Resenha Perfume L’Interdit (Givenchy)

O nome do perfume L’Interdit te parece familiar?

O recente lançamento da Givenchy não se trata de uma super novidade no mercado. Afinal, L’Interdit foi o icônico perfume da marca usado por Audrey Hepburn no final dos anos 50.

Ainda com mesmo nome, mesmo frasco, o perfume L’Interdit recebe uma nova interpretação em sua composição. Será que o novo perfume supera seu antecessor?

O que achei do perfume

Eu confesso que tive uma relação de “amor à primeira vista” quando experimentei esse perfume!

Ele me lembrou muito o estilo do Insolence EDT: um perfume frutado bem docinho que tinha tudo para ser infantil, mas que de inocente não tem nada!

O perfume L’Interdit abre com um forte destaque para a cereja, porém lembra mais uma calda do que a fruta em si.

Acho que isso acontece por conta das notas mais cremosas, como o caramelo e a baunilha.

Em poucos segundos, surge outra nota de destaque, que duela com a cereja para ser o centro das atenções: a tuberosa. Eu sou bem suspeita para falar dessa flor, porque é a minha preferida!

É um floral que sempre marca presença e que sai um pouco da inocência característica dos florais brancos.

Propaganda do perfume L’Interdit

Logo após os primeiros minutos, aquela fragrância que começou “fofinha” começa a revelar o outro lado de sua personalidade!

O perfume começa a esquentar!

E quando digo isso, digo literalmente em todos os sentidos.

O âmbar tem essa característica de dar um toque quente, quase que reproduzindo uma sensação de que seu o seu corpo está esquentando. É um toque caliente, de pura sensualidade.

Conforme o perfume vai evoluindo na pele, entretanto, você percebe que o lado frutado começa a dar espaço para suaves notas florais e para um fundo amadeirado (mas ainda quente!).

Sem dúvida, o perfume L’Interdit é um daqueles perfumes que brinca de seduzir. Ele gosta de provocar e sabe muito bem como fazer isso!

Onde comprar?

Logo

 

comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar de ler