Vai viajar e não sabe por onde começar? Às vezes são tantos detalhes que temos que pensar e procurar, que esquecemos justamente dos que eram os mais importantes. Para você evitar que suas férias virem um pesadelo, hoje compartilho 5 dicas cruciais na hora de organizar a sua viagem.

 

1. Pesquise sobre doenças comuns e vacinas obrigatórias

Aqui temos duas questões MUITO importantes e que infelizmente são ignoradas por muitos viajantes.

Em primeiro lugar é imprescindível informar-se sobre possíveis/principais doenças do país de destino para que você possa se vacinar e se proteger antes de embarcar. Você não quer ficar doente ou hospitalizado durante sua viagem, né?

Por outro lado, alguns países exigem que você tenha se vacinado contra determinadas doenças, sendo obrigatória a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) no desembarque. E não há jeitinho brasileiro que convença o oficial te deixar entrar no país.

Fique de olho na exigência da vacinação contra febre amarela, porque alguns países que nunca pediram, passaram a solicitar recentemente. Apesar de não serem exigidas, tenha em dia sua vacinas contra tétano/difteria, sarampo/caxumba/rubéola. Prevenção nunca é demais!

 

2. Confira os registros climáticos do local no período em que pretende viajar

Imagina só você programar uma viagem para curtir uma praia e chegar lá na hora e só pegar chuva? É claro que a gente não consegue prever 100% as condições climáticas do local, mas a média dos registros anteriores te serve como uma boa base. E vale lembrar que nem todos os países estão na mesma estação em que o seu país está (Lembra das aulas de geografia? Por exemplo, quando é inverno no Brasil no Canadá é verão).

 

3. Informe-se sobre visto e tempo de permanência

Felizmente o Brasil possui acordos com diversos países, que dispensam a necessidade de emissão de visto. Então basta ter um passaporte válido ou identidade (dependendo do país de destino) para entrar no país e se divertir.

Mas isso também vai depender do motivo de sua viagem. Por exemplo, você não precisa de visto se for à turismo mas precisa de um caso seja uma viagem à trabalho. Em contrapartida, precisando ou não de visto, não deixe de se informar sobre o tempo máximo de permanência no país. Por exemplo, em Singapura você não precisa de visto mas só pode ficar até 30 dias. Já no Reino unido você pode ficar até 180 dias! 😱

No final do post coloquei o link do site do Itamaraty com todos os países, exigências ou não de visto, tempo máximo de permanência e informações adicionais importantes. Não deixe de entrar lá e conferir!

 

4. Documentos em dia

Parece meio óbvio o que vou falar, mas não deixe de checar se seus documentos estão em dia. Já vi muitas pessoas cancelarem a viagem porque o passaporte/RG estava vencido. Apesar de cada país ter sua exigência de validade mínima do passaporte para entrada no país, não deixe que ele esteja a menos de 6 meses de vencer na data de sua viagem. Assim fica garantido!

 

5. Analise os gastos com as principais atividades

Esteja preparado, especialmente se você tem um orçamento já estipulado para a sua viagem. Faça uma busca com os preços das atrações que deseja visitar, hospedagem, meios de transporte, alimentação, compras variadas para ter uma ideia do quanto você irá desembolsar durante o período de sua viagem. Assim você evita passar perrengue lá por falta de dinheiro ou achar que vai ter que vender seus rins quando chegar a conta do cartão para pagar. 😂

 

Links para te ajudar nas pesquisas

Doenças/vacinas

Registros climáticos

Exigência de visto e tempo máximo de permanência