Perfumando

  • Resenha – Perfume J’adore (Dior)

    Resenha – Perfume J’adore (Dior)
  • Resenha – Perfume Black XS for Her (Paco Rabanne)

    Resenha – Perfume Black XS for Her (Paco Rabanne)
  • Sorteio Perfume VIVA LA JUICY (Juicy Couture)

    Sorteio Perfume VIVA LA JUICY (Juicy Couture)
  • Resenha – Perfume Miracle (Lancôme)

    Resenha – Perfume Miracle (Lancôme)

Gaste pouco na sua próxima viagem internacional

Gaste pouco na sua próxima viagem internacional

Fazer uma viagem internacional não é uma missão impossível! Com tantas alternativas disponíveis atualmente, dá para você gastar pouco e ainda assim aproveitar bastante. Se você sonha em viajar para alguma terrinha gringa, mas não sabe por onde começar, vem comigo! Hoje eu vou te dar as dicas de ouro para a sua viagem caber dentro do seu orçamento.

Planeje com antecedência

O tempo é o seu melhor amigo! Se você deixar para decidir tudo em cima da hora, sinto lhe dizer que você vai desembolsar mais do que deveria. Especialmente quando se trata de passagem aérea. Lembre-se que quanto mais próximo da data da viagem, mais cara fica a passagem.

Quando você tem tempo de sobra, você consegue fazer uma pesquisa de preços mais eficiente e reduz a chance de passar algo despercebido. Além de garantir passagens mais baratas, durante o período podem surgir promoções de passagem aérea ou de hospedagem bem atrativas!

Comece a planejar sua viagem com alguns meses de antecedência. E não estou falando somente de passagem e hospedagem. É muito importante que você pesquise também sobre os locais que deseja visitar e os gastos aproximados que vai  ter durante sua viagem. Assim sendo, você tem uma estimativa dos custos e consegue excluir com antecedência atividades que extrapolam o seu orçamento, evitando, gastos extras mais lá para a frente.

 

Menos cartão de crédito

Eu sei que cartão de crédito facilita muito a nossa vida, mas ele pode deixar a sua viagem mais cara do que deveria. Acontece que o IOF cobrado para compras em moeda estrangeira do cartão de crédito é mais alto do que o dinheiro em espécie. Falei grego? Calma que eu vou traduzir isso!

IOF significa Imposto sobre Operações Financeiras. Esse imposto é cobrado toda vez que você faz uma compra em moeda que não seja o Real no cartão de crédito. O mesmo acontece quando você vai lá numa casa de câmbio e compra uma moeda estrangeira. Porém, os valores do IOF cobrados são diferentes. No caso do cartão de crédito, é cobrado um IOF 6,38%. Já no dinheiro em espécie, o IOF é de apenas 0,38%.

Então, vou te dar um exemplo bem simplificado. Digamos que hipoteticamente 1£ = R$4,90 e você tem um gasto de 500£. Se você gastou no cartão de crédito, 500£ = R$2.606,31. Já se você gastou em dinheiro em espécie, 500£ = R$2.459,31. Nesse caso, você tem uma diferença de R$147,00.

Portanto, dê preferência pelo dinheiro em espécie sempre que possível (mas não deixe de levar seu cartão de crédito como um 2º plano caso aconteça um imprevisto e precise usá-lo).

 

Escolha a baixa temporada

Decidiu pra onde vai? Então trate de pesquisar quando é a baixa temporada do seu local de destino e escolha as datas de sua viagem dentro desse período.

A baixa temporada nada mais é do que o período em que os turistas não se interessam tanto em viajar para um determinado destino. Isso acontece porque as atividades mais legais e atrativas acontecem em outras épocas do ano.

Só uma obs: Um erro bem comum é achar que a baixa temporada é sempre no inverno. Em alguns países, a neve é o principal atrativo e aí o inverno acaba sendo a alta temporada.

Mas o que tem de tão especial na baixa temporada? Com menos movimentação na região, as passagens e hospedagens reduzem expressivamente. E é aí que você começa a rir de tanta felicidade ao perceber o quanto vai economizar! Tem hotéis que chegam a reduzir 50% do valor da diária. Maravilha!

 

Aproveite suas milhas

Infelizmente, ainda tem muita gente que não sabe como usar as milhas e não desfruta dos benefícios que elas podem te proporcionar. A maioria dos cartões de créditos e principais lojas online acumulam milhas com as compras que você realiza. Dependendo da quantidade que você tem em saldo, você pode usar essas milhas para reduzir preços ou até mesmo adquirir a passagem aérea (pagando apenas a taxa de embarque) e/ou hospedagem.

 

Novas formas de hospedagem

Um brinde à criatividade e inovação! A variedade é tanta que a gente fica perdidinho na hora de decidir onde se hospedar. Além dos clássicos hotéis e suas estrelas, temos disponíveis pousadas, pensões, resorts, apart-hotéis, bed & breakfast, guesthouses, albergues (hostel), camping, aluguel de apartamentos e até o couchsurfing, onde você geralmente não paga nada.

As diferentes modalidades permitem uma variedade de preço incrível. Então dependendo do seu perfil de viajante, você consegue economizar um valor bem significativo no total gasto na sua viagem.

 

0
Seguir:
Camila Reis

Prazer, Camila Reis! 30 anos, carioca, administradora, taurina, apaixonada por viagem, perfumaria e assuntos de beleza. Uma mulher que mais parece uma menina com seu jeito leve e delicado de ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *