Que tal um passeio pelo Chile? Seja para aproveitar alguns dias ou apenas o final de semana, o país possui cenários aconchegantes e que não necessariamente precisam envolver neve. Hoje te convido para dar uma volta por Santiago, Viña del Mar e Valparaíso e conhecer alguns dos principais pontos turísticos do roteiro de viagem que fiz na região. Vamos lá?

As famosas vinícolas

Viña Indomita

É claro que eu precisava começar o post falando sobre as tão famosas vinícolas chilenas, destino preferido dos turistas. O país está no Top 10 de maior produtor e Top 5 de maior exportador do mundo, tendo como principais variedades o Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Sauvignon Blanc e Merlot.

Se você é degustador de vinhos, recomendo conhecer as vinícolas nas regiões de Vale de Casablanca e Vale de Maipo – como Concha y Toro, Viña Veramonte, Vinã Santa Cruz e Vinã Loma Larga. Ah! E não deixe de ligar com antecedência para reservar sua visita. Como são as mais famosinhas, elas costumam ficar lotadas!

Viña Indomita

Para quem não bebe vinhos (como euzinha!), a visita também é muito bem-vinda. Além de paisagens incríveis, você tem uma bela aula de como é todo o processo produtivo.

 

Valparaíso

Pelas ruas de Valparaíso

Os chilenos têm orgulho em dizer que Valparaíso faz parte da lista de Patrimônio Cultural da UNESCO (2003). A cidade portuária é a 2ª mais populosa do país.

Monumento a los héroes de Iquique

Além do porto em si, uma das principais atrações da cidade é o monumento a los héroes de Iquique. O monumento foi feito em homenagem aos marinheiros que morreram na Batalha Naval de Iquique, durante a Guerra do Pacífico (que faz parte do período da Segunda Guerra Mundial). Os restos mortais do comandante do navio chileno Esmeralda, Almirante Arturo Prat, foram sepultados onde se encontra o monumento, na Plaza Sotomayor.

Plaza Sotomayor

 

Viña del Mar

Como não se encantar com Viña del Mar? Além de conquistar muitos turistas com suas praias (eu sou mais as brasileiras :D), é conhecida como cidade jardim por ter uma paisagem arborizada e florida de dar inveja. Está localizada a mais ou menos 130km de Santiago, então você consegue fazer um bate-volta e conhecer os principais pontos em apenas 1 dia (mas recomendo um tempinho a mais lá).

Playa Acapulco

Uma das principais paradas é o Reloj de Flores (relógio das flores). Esse relógio foi construído para a Copa do Mundo em 1962, quando o país foi sede dos jogos.

Reloj de Flores

A cidade também conta com um belíssimo jardim botânico com quase 150 hectares, variedade de museus (destaque para o de história e arqueologia Francisco Fonck), um badalado cassino e as famosas dunas Concon.

 

Santiago

Finalizo com a cidade que, na verdade, foi o meu destino principal. A capital do Chile conta com uma diversidade incrível de atividades para aproveitar sozinho ou em família.

Um dos detalhes que chamou demais a minha atenção foi o transporte público de lá, em especial o metrô. A cidade está tão bem interligada que você não precisa de carro para nada! Você consegue se locomover com muita facilidade, seja lá qual for o seu destino. Me surpreendi com o fato de que o metrô conta com 6 linhas e mais de 100 estações!! Incrível, né?

 

La Moneda: O Palácio da Moeda é a sede do governo, onde trabalham o presidente e os ministros. O palácio leva esse nome porque antigamente funcionava no local a produção de moeda. É possível fazer visitas guiadas gratuitas (são 4 por dia, de segunda a sexta), mas é preciso agendar com antecedência. No subsolo também se encontra o Centro Cultural La Moneda.

Palacio La Moneda

 

Plaza de Armas: A praça é um dos principais pontos turísticos da cidade, por ter sido uma dos principais centros administrativos do país. Lá você encontra a famosa Catedral Metropolitana, símbolo da presença do catolicismo no Chile. Se você for no dia 18 de setembro, recomendo uma visita às 11 da manhã pois acontece a Te Deum Ecuménico, celebração do dia de ação de graças. Também estão no local o Museo Histórico Nacional, Museo Postal (Correios) e Edificio de La Municipalidad de Santiago. Por ser um ponto que atrai MUITOS turistas, é comum avistar batedores de carteira no local (então fique esperto!).

Plaza de Armas

 

  Parque Metropolitano de Santigo: Também conhecido como Parquemet, ele ocupa a 4ª posição de maior parque urbano do mundo. Resumo: é enorme e provavelmente você vai passar a manhã e tarde toda lá. O lugar conta com o zoológico, centro de exposições, anfiteatro mirador, casa de cultura, centro de eventos, ginásio, jardim botânico, miradores, santuário e uma rede de 20 parques! É claro que você não precisa percorrer tudo à pé. Aproveite para cortar caminho curtindo um passeio por teleférico e/ou funicular. Só fique atento aos horários e tarifas, porque são tantos locais e atividades que cada um pode funcionar de uma maneira diferente. Recomendo visitar o site do Parquemet para maiores informações.

Em 2017 o Parquemet completou 100 anos

 

Sky Costanera: Também conhecido como Gran Torre, o Sky Costanera é observatório mais alto da América Latina. De lá você consegue visualizar a cidade todinha, graças à sua vista de 360º. Para entrar é necessário comprar o ingresso ou através do site ou na bilheteria localizada no shopping Costanera. O observatório funciona de 10h às 22h, sendo o último elevador para subida às 21h.

Vista panorâmica de Santiago pelo Sky Costanera



Camila Reis

Prazer, Camila Reis! Tenho 30 anos, carioca, administradora, empreendedora e simplesmente apaixonada pela perfumaria.

RELATED POSTS

Deixe seu comentário